domingo, 20 de novembro de 2011

Amplificador de Áudio de 300W Discreto

O circuito da figura abaixo representa um amplificador de áudio de 300W discreto, ou seja, é todo construído utilizando somente transistores.Os transistores utilizados são os: TIP147, TIP142 e TIP41 para a etapa de potência e um conjunto de 2 transistores 2A258 ou BC 558 como drivers. A configuração abaixo contempla uma entrada estéreo. Mas nada impede de reduzir o circuito pela metade e utilizar como um amplificador mono. Nesta última configuração o circuito vai operar até no máximo com 150W.

É importante também utilizar uma boa fonte. É necessário que esta consiga produzir uma corrente de 10A. Além disso, os transistores devem ser dotados de radiadores de calor bem grandes.

terça-feira, 8 de novembro de 2011

Circuito Alarme Residencial

O Circuito Alarme Residencial apresentado na figura abaixo é bem simples de montar e tem um conjunto de componentes que não são complicados de serem encontrados. O principal tipo de componente utilizado é o transistor e estes são de uso geral e de média potência. Neste circuito alarme residencial existe um arranjo que permite a conexão de vários sensores e ainda possui um temporizador que determina o tempo de acionamento da sirene. A esta última etapa está associado o transistor BC338 e a rede de temporização formada por capacitor de resistor.

O relé usado pode ser de qualquer tipo com alimentação de 12V com dois contatos reversíveis. A saída pode acionar diversos tipos de carga: Sirene, Lâmpadas, etc. A fonte é um carregador de bateria que mantém uma beteria de carro em estado de carga permanente. Esta configuração de alimentação permite que o circuito alarme residencial continue funcionando mesmo com falta no fornecimento de energia da rede elétrica.


Não deixe de comentar caso haja alguma dúvida na montagem ou no circuito deste diagrama.

Circuito Alarme com 4 sensores

O Circuito Alarme mostrado no esquema da figura abaixo é muito fácil de montar e não exige uma grande quantidade de componentes. O componente principal do Circuito Alarme é apenas um chip LM556, NE556. A saída do circuito pode ser conectada a uma sirene de uma potência bem alta, visto que há um relé atuando como driver. Neste circuito, o alarme ligará de acordo com a seguinte descrição de comportamento:

  1. Quando há luz em LDR1 (à entrada para as instalações).
  2. Quando não há luz em LDR2.
  3. Quando os switches das portas são abertos ou um fio está quebrado.
  4. Quando um cabo é tocado.
Assim, temos que LDR1 deve ser colocado na escuridão. O LDR2 pode ser colocado perpendicularmente em um corredor e este deve ser iluminado por uma fonte de luz (Laser ou luz focada). Como resultado, quando houver interrupção da luz, há uma queda de tensão em LDR2 e o pino 8 do CI1 baixa e isso dispara o transistor T2 que fecha o contato do relé. A sensibilidade de LDR2 pode ser ajustada a partir de VR2.
Eventualmente, pode ser que o ambiente esteja contaminado por interferências. Caso o alarme tenha um falso disparo ajuste VR3.

sábado, 5 de novembro de 2011

Teste USB

O Teste USB é um circuito de grande utilidade para pessoas que utilizam computadores desconhecidos. A questão é que não se sabe se a montagem de um computador foi bem feita e, eventualmente, a porta USB pode estar ligada de maneira incorreta. Assim, ao ligar um Pendrive ou outro equipamento USB no conector do computador este pode se queimar.

O projeto do Teste USB pode ser montado de acordo com o esquema apresentado na figura abaixo. Este circuito permite identificar se a porta está conectada incorretamente e isso poderá salvar o equipamento que estava destinado a ligar em uma possível porta conectada incorretamente. Este dispositivo também é muito útil para os profissionais que montam computadores visto que o erro pode ser verificado após a montagem ou quando alguma máquina chega para a manutenção.

Outra vantagem do Teste USB é que trata-se de um dispositivo montado com componentes simples e de fácil acesso. Todos os materiais necessários para compor o sistema podem ser encontrados em qualquer loja de eletrônica.
Lista de Material
1 - Conector USB macho
2 - Placa padrão matriz de pontos.
3 - Led Vermelho
4 - Led Amarelo
5 - Led Verde
6 - 3 Resistores 1/8W 1kohm

Funcionamento do circuito
O funcionamento do circuito é simples. O led vermelho indica que houve inversão da polaridade na alimentação do plug USB. O Led amarelho indica uma troca da linha de dados do plug USB. O Led verde indica que as conexões estão certas.

quinta-feira, 3 de novembro de 2011

Datasheet do LM555, SE555 ou NE555

O LM555, SE555, NE555 ou apenas 555 é um circuito integrado utilizado em uma variedade de aplicações como temporizador ou multivibrador. Você pode encontrar informações importantes no datasheet deste circuito integrado. No datasheet existem informações sobre as diversas maneiras as quais o LM555 pode ser ligado que resultam em diferentes comportamentos. Veja o chip na figura abaixo:

Clique AQUI para baixar o datasheet.

Circuito Alarme de Passagem

O esquema do circuito da figura abaixo é de um alarme que utiliza dois tipos de sensores. Um sensor é do tipo reed-switch e o outro sensor é por infravermelho. Se o sensor magnético for aberto, não haverá acionamento imediato da sirene, mas somente depois de algum tempo. Este tempo é determinado pela segunda metade do circuito do Cl 556 (duplo 555 mono estável) através do resistor e capacitor ligados aos pinos 12 e 13. Podem ser feitas ainda alterações do tempo, modificando-se os valores destes componentes. Após o rompimento do sensor, o 556 (primeira metade astável) enviará um pulso positivo para a contagem. A primeira e a segunda saídas contam apenas o tempo, enquanto que a terceira saída é que fará o acionamento da sirene.

A quarta saída (pino 7) do 4017 envia um nível alto ao pino 15 receitando a contagem. Quando o sensor magnético está fechado, ele receita o 4017 travando a contagem. O sensor infravermelho, quando detecta o objeto, dispara um sinal sonoro. Assim, ao escurecer, o sensor IR acionará tanto o búzio como a sirene. O LDR deve ser posicionado de modo a receber apenas a luz ambiente.

quinta-feira, 20 de outubro de 2011

Oscilador LC

Introdução aos Osciladores LC

Os osciladores são utilizados em muitos circuitos eletrônicos e sistemas que proveem com um sinal de "clock" central que controla a operação sequencial de todo um sistema. Osciladores convertem uma entrada DC (a fonte de tensão) em uma saída AC (a forma de onda), a qual poderá ter uma ampla faixa de diferentes formatos de onda e frequências que podem ser tanto complicadas em natureza ou ondas senoides simples dependendo da aplicação. Osciladores também são usados em muitas partes de equipamentos de testes que produzem ondas senoidais, quadradas, dente de serra ou triangular. Osciladores LC são normalmente usados em circuitos rádio-frequência por causa de sua boa característica em relação ao ruído de fase e de fácil implementação.

Um oscilador é basicamente um amplificador com "realimentação positiva", ou uma realimentação regenerativa (em-fase) e um dos muitos problemas em projetos de circuitos eletrônicos é fazer com que amplificador pare de oscilar enquanto deveria estar amplificando. Em outras palavras, um oscilador é um amplificador o qual usa a realimentação positiva que gera uma frequência de saída sem o uso de um sinal de entrada. Este é auto sustentável.

Assim, um oscilador tem um pequeno amplificador realimentador de sinal com um ganho em malha aberta igual ou ligeiramente maior que este para começar e manter a continuidade da oscilação mantendo um ganho médio de malha o qual deve sempre ser unitário. Além dos componentes reativos, um dispositivo amplificador como um OPAMP ou um transistor são necessários. Diferente do amplificador, este circuito não necessita de uma entrada AC externa para fazer com que o oscilador funcione para que se converta a fonte DC em um sinal AC de determinada frequência.

Circuito Básico de um Oscilador Realimentado

Temos:  é a fração de realimentação.

Ganho Sem realimentação


Com realimentação

Osciladores são circuitos que geram uma forma de onda de saída contínua em uma frequência determinada pelos valores dos indutores, capacitores ou resistores que foram um circuito tanque ressonante LC seletivo e uma rede de realimentação. Esta rede de realimentação é uma rede de atenuação a qual tem um ganho menor que 1 antes de partir as oscilações. O oscilador começa a oscilar quando o ganho é maior que um e, depois, retorna para um quando o oscilador estabiliza.

sábado, 24 de setembro de 2011

Manuais para os alarmes da Positron

Disponho para Download os manuais originais dos Alarmes da Positron. Acredito que a maioria dos Manuais dos Alarmes Positron estejam no arquivo compactado que pode ser baixado no link logo no final deste artigo. O meu alarme está na lista e é o FX990. Espero que você encontre o seu!

Confira abaixo a lista dos arquivos presentes neste pacotão:
-->
Tabela De Controles Remotos Pósitron Eletrônica
Melhoria No Sistema De Recepção Dos Alarmes Pósitron V2 (Linha 2004)
Esquema De Instalação Dos Alarmes Cyber PX-FX – V2Novo Chaveiro Dp33 E Suas Funções
Diferenças Entre Módulos De Vidro
Tabela Comparativa Dos Alarmes Pósitron Linha 2004 – 2005
Tabela Comparativa Dos Rastreadores Pósitron – Junho 2006
Testes Dos Sinais Elétricos Do Veículo Utilizando Um Multímetro
Rastreador Pósitron G2 – Instalação Em Caminhões 24 Volts
Diferenças Entre Os Kits De Vidros Elétricos E Seus Componentes
Alterações Nos Módulos Automatizadores De Vidros Sw222 E Sw422
Alteração Na Função Relatório Por Led
Alarme Pósitron- Instalação Do Rele De Bloqueio Concept Exact
Tabela Comparativa Dos Alarmes Pósitron Linha 2007 E 2008 – Fevereiro 2008
Tabela Comparativa Dos Produtos Linha 2004
Alarmes Pósitron – Dicas De Instalação Linha 2004 (Interruptores De Porta, Capô E P orta-Malas)
Tabela De Compatibilidade De Controles Remotos Para Alarme Pósitron – Fevereiro 2008
Tabela – Sensor De Velocidade
Identificação Dos Módulos Sfave Para Motores Cebi E Bosch
Sensor De Velocidade – Como Testar
Tabela Comparativa Dos Bloqueadores Pósitron – Linha 2008 – Fevereiro
Comparativo Dos Acionadores De Vidros Pósitron
Novas Travas Elétricas Rotativas Pósitron
Tabela Comparativa Dos Rastreadores Pósitron – Linha 2008 – Fevereiro
Ajuste Do Ultra-Som Na Linha De Alarmes 2004
Novo Alarme Keyless Universal – Características E Funções
Novo Alarme Keyless Universal – Condições Para Funcionamento
R2 1-1 Manual Módulo Receptor de Portão Eletrônico PG120 R2
R3 1-1 Manual FX990 Com SI400
R3 1-1manual Sfave Celta 2p E 4p Dia Pósitron Bosch
Manual Sfave Celta 4p Completo Pósitron Bosch
R2 1-1 Manual Px2000 Rd Link
R2 1-1 Manual Instalação Alarme P/Moto CG (Cps) R2
R1 1-1 Manual Bloqueador RD Link
R4 1-1 Manual Px2000 E Px2000sv Com Si400
R4 1-1 Manual Alarme L2004-CS E Exact Plus
R5 1-1 Manual Centralina Tr111 Simples Face
R1 1-1manual Tr110 Simples Face
Manual Alarme Cyber PX RD Link R4 Px32
R3 1-1 Manual Bloqueador RD Link Ii
R6 1-1 Manual Alarme P Motosduoblock Gii
R1 1-1 Manual Instalação Rastreador Pósitron Plataforma 3
Manual Alarme L2005 Cyber PX-FX Exact R4
R4 1-1 Manual Sw422
Manual Sw422
R4 1-1 Manual Sw222
Manual Sw222
R1 1-1 Manual Sw272
Manual do PX270 
Manual Instalação E Uso Do Rastreador Pósitron G2
R1 Manual A4 Tr210 Celta
Manual Trava Elétrica Rotativa V1 R2
Manual Trava Elétrica Rotativa V2 R2
Manual Alarme P Motos Duoblock Giii
Manual Sfave NV Celta 2 4p Dia Pósitron
Manual Alarme P Motos Duoblock Giv
Manual Alarme Rastreador G2
Manual Alarme Cyber 24v Pósitron
Manual Uso Rastreador Pósitron Rt120
Manual Instalação Rastreador Pósitron G3
Manual Bloqueador RD Link Db133 R2
Manual Alarme P Motos Cg150 Fan125
Manual Alarme L2007 Pósitron
Manual Usuário Alarme Keyless Universal
Dicas De Instalação Da Função Temporizador Dos Faróis
Apostila Duoblock Nova Geração – G4
Apostila Piloto Pósitron
Correção 150665000 Manual Alarme L2007 Femme Pósitron
Correção_150587003 Manual Alarme P Motos Duoblock Femme
Manual De Instalação Do Sinal Do Sensor De Velocidade
Dicas Básicas Para A Utilização De Multímetros Na Instalação Dos Alarmes Pósitron


Antes de você baixar o arquivo, é importante deixar claro que todos os direitos autorais dos textos, imagens, e demais conteúdos deste arquivo, são de propriedade da Pósitron e/ou de seus respectivos donos, portanto não me responsabilizo pelo conteúdo, e nem por instalações mal efetuadas.


Arquivos para Download:
Coleção Manuais Positron
Manual FX990
Manual do Cyber PX270 Fittipaldi


Manual do módulo vidro elétrico 4 portas AC SFARE SW422 da pósitron

Para baixar o arquivo clique AQUI!

Funções:
  • Módulo configurável para 1 ou 2 portas
  • Função 1 minuto de cortesia(temporizador de interruptores)
  • Funções programáveis pelo interruptor do vidro elétrico
  • Toque no interruptor configurável: longo ou curto
  • Sobe os vidros pelo alarme ou trava elétrica
Instalação para duas portas:
  • Subida e descida automatizadas(via interruptor)
  • Abertura dos vidro via alarme(função auxiliar)
  • Fechamento dos vidros via alarme.
Instalação para quatro portas:
  • Subida automatizada(via interruptores)
  • Fechamnento dos vidros via alarme
  • Para subida e descida autimatizada usar uma SW422 para cada duas portas

sexta-feira, 24 de junho de 2011

Esquema de Umidicador Ultrasônico

Nestas temporadas secas é muito importante manter a umidade do ar. A falta de umidade pode contribuir no surgimento de doenças respiratórias. Neste artigo apresento um esquema de um circuito para Umidificador de Ar Ultrasônico. Este circuito se aproveita do ultrasom para gerar uma nuvem de umidade e deixar o seu quarto úmido para prevenir das doenças respiratórias comuns desta época. O esquema elétrico é simples e o componente mais crítico é o transistor. Veja a figura do esquema do circuito umidificador abaixo.

Confira também o vídeo e veja o funcionamento do equipamento. Note que este esquema consegue produzir uma ótima nuvem de humidade.



quinta-feira, 23 de junho de 2011

Alarme Online

Neste post você vai encontrar uma lista de Alarme online disponíveis. Os computadores da atualidade são ferramentas muito versáteis e, as vezes, podem tomar a função de objetos comuns. Apresento aqui uma seleção dos 5 melhores Alarmes Online (Online Alarm Clocks). Abaixo faço a descrição de cada um:

  1. Online Alarm Clock: Achei este Alarme online o mais interessante. Dá para configurar até 5 tipos de sons para o despertador.
  2. Klokoo: Este alarme online não tem uma aparencia tão bonita mas não deixa de ser funcional. Tem até 7 tipos de sons para o despertador.
  3. Avnoy: Este alarme online aqui foi construído em Flash. A sua interface completa toda a tela do browser e é ótimo para enxergar de longe. Tem menos sons para o despertador em relação aos outros.
  4. Naked Alarm Clock: Este alarme é um pouco mais simples. Há algumas sons que podem ser utilizados no despertador.
  5. Music Alarm Clock: Este alarme tem uma variedade de músicas. Um conjunto de clássicos e rocks.
Espero que esta lista seja util para lhe ajudar a acordar de manhã na hora exata. Não deixe de fazer um comentário. Obrigado.

sábado, 18 de junho de 2011

Circuito Pisca-pisca com Duas Lâmpadas

No esquema elétrico do circuito da figura abaixo temos um simples pisca-pisca para lâmpadas de 12 V que pode ser usado inclusive no carro como sinalizador ou de luz alerta. Alguns carros possuem um conjunto limitado de luzes de alerta e este circuito poderia resolver este tipo de problema.

Pode-se utilizar neste sistema conjunto de lâmpadas de 12 V com 2 W de potência (lâmpadas de iluminação interna, por exemplo) ou de menor corrente para um sistema decorativo. Os capacitores C1 e C2 determinam a velocidade das piscadas e podem ser alterados para atingir um valor de tempo desejado.Os transistores devem ser dotados de radiadores de calor. Os resistores são de 1/8 W. Em caso de o leitor utilizar lâmpadas com tensão de  6 V a alimentação do circuito pode ser trocada de 12V para 6V. A fonte utilizada deve ser de pelo menos 500mA.

segunda-feira, 2 de maio de 2011

Circuito Repelente de Mosquitos

O principio dos repelentes eletrônicos baseiam-se na produção de sons que incomodam os animais e principalmente os insetos. Este tipo de som pode estar fora das faixas audíveis para os humanos que está entre 20Hz a 20Khz. Para verificarmos algumas das ondas sonoras podemos usar este software, alguns computadores têm piezo elétricos capazes de produzir alguns ultra-sons. Teoricamente os mosquitos são afastados por frequências entre os 17Khz e 18KHz e a maior parte dos computadores conseguem gerar essas frequências. Mas um computador não pode ser adequado para ser utilizado como um espanta pernilongos então o circuito abaixo apresenta uma possível solução.


Circuito

Este é um circuito muito simples que pode ter eficácia em algumas espécies e em outras não, mesmo dentro da mesma espécie alguns animais são afectados outros não. Basicamente, a ressonância de frequências ultra-sônicas incomoda muitas espécies diferentes. Variando a frequência com a espécie de pernilongo, um circuito de ultra-som pode espantar desde mosquitos, pernilongos a morcegos. É importante ficar atento com os animais domésticos pois, alguns podem ser espantados, principalmente aqueles mais sensíveis a frequências elevadas (cães, gatos, algumas aves).

A utilização de ultra-sons pode também atrair animais, fique atento ao seu circuito, pode querer espantar mosquitos e atrair os cães dos vizinhos. Um outro circuito mais complexo mas também mais eficaz permite variar e ajustar a frequência, permitindo detectar se realmente repele determinada espécie de animal. Veja abaixo um circuito mais elaborado e potente.

O circuito tem como base de funcionamento o transdutor piezo, este transdutor pode ser obtido, em celulares ou telefones fixos. No entanto, é importante que o transdutor consiga oscilar em uma frequência ultra sônica. Este erro leva ao não funcionamento de todo o circuito que deixa de ser eficaz. O circuito oscila mas não produz ultra sons. Pode-se utilizar um tweeter de boa qualidade e alguns dos tweeters do mercado produzem frequências muito além das frequências sonoras audíveis.

Efeitos dos ultra-sons

Propagação e potência dos ultra sons

Embora em potências reduzidas os ultra-sons não afetem o ser humano as potências elevadas podem. Não amplifique em demasia o circuito. Uma outra questão que se coloca é a propagação dos ultra-sons em relação a obstáculos, uma vez que as potências são reduzidas os obstáculos impedem a propagação dos ultra-sons. Veja a figura abaixo ilustrando o fenômeno.


A que frequências os animais reagem ?
Mais uma vez não existem estudos que indiquem valores rigorosos mas alguns deles apontam para estes valores.

  • Homem: 64 23,000 Hz
  • Cão: 67 a 45,000 Hz
  • Gato: 45 a 64,000 Hz
  • Morcego: 1,000 a 100,000 Hz
  • Golfinho: acima de 150,000 Hz
  • Mosquitos: 17Khz a 18Khz
  • Ratos: 1000 a 91,000 Hz
Fonte: Eletrónica

terça-feira, 22 de fevereiro de 2011

Circuitos Pisca de LED

Nesta matéria disponibilizo uma coleção de esquemas elétricos para Circuitos pisca de LED. Todos os circuitos pisca de LED são simples e fáceis de montar. Você poderá tirar as suas dúvidas postando seus comentários no final desta página.










Circuito pisca de LED

O esquema elétrico apresentado neste artigo é de um circuito básico de um pisca/pisca com LED baseado no circuito integrado LM555. Veja a figura abaixo:

Após o circuito ser alimentado, inicialmente o capacitor C2 está descarregado, isto faz com que o  comparador de tensão interno "pino 2" do circuito integrado ative a saída em nível alto (pino 3 = 12V), acendendo o LED.
A corrente circulando via R1 + R2 gradativamente eleva a tensão no capacitor C2 até atingir o limiar de 2/3 da VCC (para 12V = 8V) então, o comparador interno "pino 6" inverte a saída a nível baixo (pino 3 = negativo), apagando assim o LED.
Neste mesmo momento o "pino 7" é levado ao negativo por um transistor interno ao integrado (open colector), via R2 o capacitor C2 é gradativamente descarregado. Quando o capacitor C2 atingir 1/3 da VCC (para 12V = 4V) a saída é levada a nível alto e o transistor do "pino 7" entra em corte (aberto) permitindo que o ciclo recomece.
O resistor R3 tem como função limitar a corrente que flui pelo LED em 10mA.
O capacitor C1 filtra o "nó" interno dos compadores contra possíveis ruídos espúrios de alimentação (caso o circuito seja alimentado por fonte).

Caso queira montar o circuito a figura abaixo mostra um possível layout da placa.


Nesta outra figura está a disposição dos componentes:
Veja também o Gravador AVR USB

Lista de materiais e componentes:

  • U1 - Um circuito integrado LM555
  • R1 - Resistor de 100kOhms e 1/8W
  • R2 - Resistor de 220kOhms e 1/8W
  • R3 - Resistor de 1kOhms e 1/8W
  • C1 - Capacitor de 100nF cerâmico.
  • C2 - Capacitor de 1uF/16V eletrolítico.
  • LD1 - Um LED da cor de sua preferência.
  • Diversos: Fios, Fonte de 12V, Ferro de solda, Solda, Alicate de bico, Alicate de corte, Placa de fenolite.

Onde encontrar componentes:




Compatibilidade:
Os componentes listados abaixo são todos compatíveis com este circuito.

FabricantesModelo
ECG PhilipsECG955M
ExarXR-555
FairchildNE555 / KA555
HarrisHA555
IntersilSE555 / NE555
Lithic SystemsLC555
MaximICM7555
MotorolaMC1455 / MC1555
NationalLM1455 / LM555 / LM555C / LMC555
NTE SylvaniaNTE955M
RaytheonRM555 / RC555
RCACA555 / CA555C
SanyoLC7555
Texas InstrumentsSN52555 / SN72555











Volta ao índice



4 pisca-piscas com 1 CHIP

Circuito pisca de LED construído com portas lógicas NAND. A frequência das piscadas é determinada pelo valor dos capacitores que pode variar dentro da faixa 10uF e 220uF. A alimentação deve obedecer o padrão de 5V. Neste esquema, somente a metade das portas lógicas é utilizada. Você mesmo pode continuar a ideia e implementar mais dois piscas de LED.






Volta ao índice



Circuito pisca-pisca super simples

Esquema pisca-pisca de LED construído com somente um transistor. A intensidade das piscadas do LED é determinado basicamente pelo valor do capacitor C1. A frequência é ajustada no potenciômetro P1 o qual é também influenciado pelo valor de C1. Os pulsos são de curta duração, ocorrem durante a descarga do capacitor, e produzem uma alta intensidade. Devido à curta duração das piscadas o seu funcionamento tem uma longevidade prolongada.






Volta ao índice



Esquema sequencial de LEDs

O esquema apresentado na figura abaixo é de um circuito sequencial de LEDs. Na medida em que os oscilador dado pelo chip 555 pulsa, os LEDs vão ligando e desligando um a um. A frequência do circuito é é determinado pelo capacitor de 10uF e que pode ser modificado para outros valores. A alimentação deste circuito é feito por uma fonte de 12V. Uma vez que somente um LED fica aceso a cada pulso a fonte de alimentação pode ser de uma corrente bem baixa.








Volta ao índice



Circuito pisca de Natal

Este circuito tem a função de gerar uma sequência de LEDs que piscam. O circuito é muito simples de ser montado pois é baseado num único circuito integrado: CD4060. O efeito produzido por este circuito é muito interessante para utilização em árvores de natal. As piscadas ocorrem de forma aleatória e cores diferentes podem ser utilizadas para os LEDs D1 até D11. O tempo de acionamento de cada LED pode ser configurado pela malha de tempo data por C1, R1 e R2. O circuito pode ser alimentado por uma fonte de 9V.




Volta ao índice



Toque de LED sequêncial

Este circuito tem a função de ligar em sequência um conjunto de LEDs a cada toque dado no sensor. O circuito é baseado no circuito integrado CD4017. Os LEDs também pode ser substituídos por relés para acionar cargas de maior potência, isto é, lâmpadas. Este circuito não pode ser utilizado para controlar cargas pois há o problema da geração de repiques. O circuito pode ser alimentado por uma fonte de tensão na faixa de 5 a 15V.


Volta ao índice



Detector AC de LED

Este circuito tem a função de acionar o LED quando um sinal AC estiver em sua entrada. Este circuito é baseado em dois transistores BC548 e mais uns poucos componentes. O ponto de acionamento deste circuito é ajustado pelo componente P1 em função da intensidade do sinal de entrada. C1 tem um valor que depende da duração do pulso de entrada e de sua forma de onda.


Volta ao índice



Circuito de LEDs paralelos

Este circuito tem a função de acionar um conjunto de LEDs em paralelo. O componente principal é um transistor TIP31 que tem alta capacidade de corrente. Este circuito foi calculado paca acionar 4 LEDs em paralelo. A tensão de alimentação pode estar entre 10 e 20V. Note que o coletor deve ser alimentado com a polaridade negativa.


Volta ao índice



Timer de LED

Este circuito funciona como um temporizador muito simples construído apenas com um transistor BC548. O tempo de acionamento é determinado pela malha RC dado pelo capacitor de 100uF e o resistor de 100kOhms. A alimentação pode ser feita por uma fonte de 6V.


Volta ao índice



LED Teste USB

O LED Teste de USB é um circuito de grande utilidade para pessoas que utilizam computadores desconhecidos. A questão é que não se sabe se a montagem de um computador foi bem feita e, eventualmente, a porta USB pode estar ligada de maneira incorreta. Assim, ao ligar um Pendrive ou outro equipamento USB no conector do computador este pode se queimar.

O projeto do LED Teste USB pode ser montado de acordo com o esquema apresentado na figura abaixo. Este circuito permite identificar se a porta está conectada incorretamente e isso poderá salvar o equipamento que estava destinado a ligar em uma possível porta conectada incorretamente. Este dispositivo também é muito útil para os profissionais que montam computadores visto que o erro pode ser verificado após a montagem ou quando alguma máquina chega para a manutenção.

Outra vantagem do LED Teste USB é que trata-se de um dispositivo montado com componentes simples e de fácil acesso. Todos os materiais necessários para compor o sistema podem ser encontrados em qualquer loja de eletrônica.
Lista de Material
1 - Conector USB macho
2 - Placa padrão matriz de pontos.
3 - Led Vermelho
4 - Led Amarelo
5 - Led Verde
6 - 3 Resistores 1/8W 1kohm

Funcionamento do circuito
O funcionamento do circuito é simples. O led vermelho indica que houve inversão da polaridade na alimentação do plug USB. O Led amarelho indica uma troca da linha de dados do plug USB. O Led verde indica que as conexões estão certas.
Volta ao índice



quinta-feira, 27 de janeiro de 2011

Coleção de Revistas de Eletrônica

Outra vez venho com mais uma coleção de revistas de eletrônica famosas. São vários exemplares clássicos da década de 80 e 90. Fique à vontade e aproveite os downloads.

- Revista Circuitos & Informações.
- Revista Aprendendo e praticando eletrônica
- Revista Divirta-se com a eletrônica
- Revista Antenna
- Eletrônica Básica
- Antena eletrônica e popular
- Revista Nova Eletrônica Parte1
- Revista Nova Eletrônica Parte2
- Revista Nueva Electronica
- Revista Elektor - Espanha
- Revista Elektor - Portugal
- Revista Elektor Eletrônica - Brasil
- Revista Saber Eletrônica
- Transmissão e recepção (PX, PY, VHF, etc)

Também aproveito para apresentar outras fontes muito boas.
- Jonas Bairros
- Circuitos Rosa